aromaterapia em animais

Tratamento de PETS com Aromaterapia

Tratamento de Pets com Aromaterapia

A terapia que busca, por meio do olfato tratar uma série de fatores que acometem os seres humanos (dores, cansaço, depressão, entre outros), começa a obter bons resultados também em animais.

Estamos falando da Aromaterapia, que tem nos princípios ativos dos óleos essenciais extraídos de uma infinidade de plantas, sua base.

Atuando sobretudo em questões comportamentais dos animais, a Aromaterapia para cachorros, por exemplo, tem mostrado resultados positivos.

Em uma matéria publicada pelo portal “O Tempo”, com o título de “Saúde no ar: aromaterapia é opção para o tratamento de pets”, há relatos sobre os resultados dos óleos essenciais em cães.

Um cão de nome “Beto”, que foi adotado e que tinha um comportamento extremamente reativo, nervoso e agressivo, foi inserido em uma terapia integrativa. No caso, ele foi submetido à Aromaterapia para animais e o resultado foi o melhor possível.

Beto é um cão muito mais “relax”, depois do tratamento com óleos essenciais.

(Fonte: https://www.otempo.com.br/interessa/sa%C3%BAde-no-ar-aromaterapia-%C3%A9-op%C3%A7%C3%A3o-para-o-tratamento-de-pets-1.2146909)

Você tem um bichinho de estimação e gostaria de investir em um tratamento com Aromaterapia com ele?

Então veja a seguir, alguns que você deve levar em conta antes, para que seu dog fique seguro e não tenha alguma contraindicação.

[title text=”Aromaterapia para Pets” margin_top=”15px”]

[ux_products col_spacing=”collapse” slider_bullets=”true” auto_slide=”6000″ cat=”3840″ products=”16″ orderby=”sales” out_of_stock=”exclude”]

Aromaterapia em Animais

Tenha o Acompanhamento de um Médico Veterinário

Se você decidir utilizar os óleos essenciais para o tratamento do seu gato ou cachorrinho, nunca o faça sem a instrução de um profissional da área, bem como sem o acompanhamento do médico veterinário.

Isso é fundamental para evitar problemas como intoxicações, por exemplo.

 Gatos e Pássaros Também Podem?

Quanto a Aromaterapia para gatos, ou até mesmo para pássaros, há uma ressalva importantíssima. Como possuem sistema metabólico diferenciado em relação aos animais bovinos, equinos, caninos e humanos, eles não conseguem muitas vezes, metabolizar determinados tipos de óleos essenciais.

Por isso, o risco de ocorrer uma intoxicação é bem elevada. Procure a ajuda de um aromatólogo antes de adotar qualquer tipo de uso de óleo essencial em seu gato, por exemplo.

Diluição dos Óleos Essenciais para Aromaterapia Canina

Sabemos que os cães possuem um olfato bem mais apurado que o dos seres humanos. Esta sensibilidade canina implica em uma necessidade de diluição maior dos óleos essenciais, em relação àquela aplicada às pessoas.

O nível de concentração do óleo essencial para a Aromaterapia animal nunca pode passar dos 2%.

 

Você tem um bichinho de estimação? Gostaria de usar a Aromaterapia para trata-lo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de Ajuda? Clique Aqui!
Rolar para cima