Aromaterapia para gestantes

No artigo de hoje, você descobrirá que a aromaterapia para gestantes pode ser uma grande aliada durante a gestação, no parto e até depois dele. Entre os benefícios, há a diminuição da ansiedade, de enjoos e dores. Todos esses fatores controlados acabam ajudando na melhora do humor, por consequência. Vem conferir com a gente todos os benefícios!

Estudos sobre aromaterapia para gestantes

Segundo pesquisas, 80% das mulheres reclamam de náuseas e vômitos durante a gravidez. Devido à tendência crescente das mulheres de usar medicamentos fitoterápicos durante a gravidez, o efeito da aromaterapia por inalação de óleo essencial de limão siciliano nas náuseas e vômitos da gravidez foi investigado neste estudo, e foi comprovada a eficácia na diminuição de enjoos e vômitos em mulheres grávidas.

Já em outro estudo, o óleo essencial de gengibre se mostrou eficaz não apenas para os enjoos e vômitos de gestantes, mas também quando utilizado para pacientes de quimioterapia.

Em outro estudo, a inalação de Lavanda fina diluída a 10% em álcool provou-se eficaz para a diminuição da dor no pós-parto, especialmente quando cesariana. A inalação, durante o estudo, foi feita através de um algodão que estava a dez centímetros do nariz da gestante. Com o uso da inalação, foi possível cortar pela metade o uso de antinflamatórios e analgésicos nas gestantes testadas.

Como utilizar: é possível fazer uma sinergia desses óleos. Um bom exemplo é usar 1 gota de gengibre em um pedaço de algodão ou em 5 ml de óleo vegetal carreador. Use a mistura sempre que sentir enjoo.

aromaterapia-para-gestantes

Óleos para a ansiedade

A ansiedade é um dos primeiros sintomas da gestação, que aparece nas primeiras semanas, e acompanha a gestante ao longo de toda sua jornada. Por isso, nós vamos dizer aqui quais são os melhores óleos para tratar essa condição.

É sempre importante lembrar que, dentro da aromaterapia, há óleos essenciais que não são indicados para gestantes, pois eles podem apresentar efeitos adversos que podem prejudicar o feto.

Para tratar a ansiedade, outra constante na rotina de gestantes, é possível utilizar o óleo essencial de bergamota, a camomila alemã, o gerânio, o ylang ylang, a rosa e, como não podia faltar, a lavanda.

O óleo essencial de bergamota é um dos mais seguros e efetivos da aromaterapia. É possível utilizá-lo junto com o óleo essencial de olíbano ou de cedro atlas. A bergamota juntamente com um desses dois óleos irá trazer bastante segurança, força e estruturação para que a gestante possa lidar com todas as modificações que ocorrem nesse período e para que ela possa lidar com as oscilações de humor. Então, trará bastante estabilidade do início ao fim da gestação.

No nosso site, você consegue montar blends personalizados, para ter a melhor experiência possível!

Esses óleos são benéficos não só para gestantes, mas para todo mundo, já que hoje em dia vivemos estressados e ansiosos.

Fisiologicamente falando, os níveis de estresse se elevam através do hormônio ACTH, que é conhecido como “hormônio do estresse”. Na gravidez, os níveis de liberação desse hormônio aumentam, o que consequentemente leva a um maior estresse e ansiedade. Obviamente, quanto menos estressada a mãe fica, melhor e mais tranquila é a gestação, por isso é tão importante tratar esse aspecto.

Como usar: as maneiras mais indicadas de uso são por inalação ou algumas gotas no pulso. Se a gestante preferir utilizar em um difusor pessoal, o ideal é que ela não faça uso pelo dia inteiro, para não sobrecarregar o sistema olfativo. Faça usos intercalados ao longo do dia que não terá problema.

Gostou das nossas dicas? Acompanhe nosso blog para saber mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de Ajuda? Clique Aqui!
Rolar para cima