Óleo de coco: quais são seus benefícios reais?

O óleo de coco é um óleo comestível comum que é extraído do cerne de cocos maduros. Os dois tipos principais de óleo de coco – óleo de copra e óleo de coco virgem – possuem um tipo de gordura semelhante. No entanto, o óleo virgem possui mais nutrientes, como a vitamina E.

No mercado atual, há uma crescente busca por produtos derivados do óleo de coco, devido aos efeitos percebidos na saúde. Por isso, vamos resumir um pouco neste artigo a história de seu uso e alguns efeitos já comprovados.

Evidências limitadas, mas consistentes, apoiam o uso tópico para prevenção e tratamento de dermatite atópica, como veremos a seguir, bem como para a prevenção de cáries dentárias.

Os produtos de óleo de coco também podem ser úteis na prevenção de danos ao cabelo devido à perda de proteína durante os processos de limpeza e à exposição aos raios ultravioletas (UV). Porém, mais estudos serão necessários para confirmar tais efeitos.

História do uso

O uso de óleo de coco é muito polêmico desde o início do século XX, quando ganhou visibilidade através de pesquisas realizadas nos Estados Unidos.

Naquela época, algumas pesquisas científicas teriam alegado que o óleo de coco, por possuir gorduras saturadas, aumentaria o colesterol e, com isso, o risco de doenças mais graves como infartos e derrames.

Essa informação ficou amplamente conhecida na época, e as pessoas começaram a ter medo de usar esse óleo.

O que ficou claro, muitos anos depois, é que a gordura escolhida para fazer as pesquisas foi a hidrogenada.

A gordura hidrogenada, apesar de ser saturada, é artificial. Por essa razão, ela é muito maléfica para a saúde.

Dentre os problemas que ela pode causar, estão as doenças cardiovasculares, infertilidade, endometriose, pedra nos rins, Alzheimer, diabetes e até alguns tipos de câncer.

Mas isso não faz do óleo de coco um vilão. Isso porque suas gorduras saturadas são naturais, o que traz benefícios para a saúde.

Um dos principais componentes do óleo de coco é o ácido láurico, gordura saturada com 12 carbonos que faz muito bem para a saúde.

Ele é absorvido diretamente pelo intestino e é utilizado pelas células do corpo humano para produzir energia.

Surpreendentemente, outra substância cheia de ácido láurico é o leite materno!

Além desse ácido, o óleo de coco possui carotenoides que são precursores de vitamina A, uma certa quantidade de vitamina E e muitos outros compostos benéficos.

óleo-de-coco

Pesquisas sobre o óleo de coco

Em pesquisa publicada pela National Library of Medicine, foi constatado um poder antibacteriano em dermatites de adultos. Na pesquisa, o óleo de coco foi utilizado para hidratar a pele irritada, tratando, dessa maneira, as infecções.

Outra pesquisa trouxe mais evidências sobre os benefícios do óleo de coco para a saúde de maneira geral.

Mas nem tudo são flores quando se trata do uso de óleo de coco para prevenção e combate a doenças. Estudos recentes mostraram ser inverossímeis as ideias de que o uso de óleo de coco poderia prevenir ou tratar a doença de Alzheimer, perda óssea ou controle glicêmico.

Em muitos casos, ainda serão necessários mais estudos clínicos e observacionais em humanos para confirmar alguns efeitos desse óleo, que ainda são amplamente baseados em estudos com animais e/ou in vitro.

Mesmo com alguns pontos de dúvidas, fica claro que o óleo de coco é sim uma boa escolha, tanto para sua saúde nutricional quanto para usos tópicos. Mas sempre consulte um médico responsável antes de fazer a ingestão ou uso em lesões.

Gostou de conhecer mais sobre o óleo de coco e seus benefícios? Nos conte qual o próximo óleo que quer ver por aqui!

óleo-de-coco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de Ajuda? Clique Aqui!
Rolar para cima