Óleos essenciais na pandemia são ou não eficientes contra COVID-19?

 Óleos essenciais na pandemia são ou não eficientes contra COVID-19?

Óleos essenciais na pandemia

Os óleos essenciais e a prática da Aromaterapia, já são comuns no dia a dia de uma infinidade de pessoas.

Sabemos que os benefícios, de fato, são enormes e, a cada dia, novos estudos confirmam hipóteses e apontam perspectivas ainda mais animadoras, pautadas na ciência.

Contudo, no momento de preocupação e histórico, no qual o mundo todo está inserido, devido ao COVID-19, é quase certo que você aí do outro lado, já se fez a seguinte pergunta:

“Será que os óleos essenciais utilizadas neste momento de pandemia, são eficientes contra o Coronavírus?”

Sendo a Aromaterapia, uma forte aliada das pessoas, nas mais variadas questões, tanto psicológicas quanto físicas, de que maneira é possível utilizá-la agora? Ou isso não trará efeito algum?

Se você faz parte do grupo de pessoas que também têm dúvidas sobre o tema, te convido a continuar a leitura do post e hoje, aqui no blog da Aromahelp.

Óleos essenciais podem ajudar no tratamento da COVID-19?

Indo diretamente para a parte científica “da coisa”, um estudo publicado por um blog da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o “Microbiologando”, abordou a questão da pandemia e o uso de óleos essenciais:

“Óleos essenciais têm se mostrado promissores contra vários vírus patogênicos ao homem, incluindo a influenza.”

Em seguida, a matéria comentou sobre determinado estudo de pesquisadores americanos, em conjunto com pesquisadores brasileiros do Pará.

Os cientistas levantaram a hipótese de que “componentes de óleos essenciais poderiam interagir com proteínas do SARS-CoV-2”.

Eles utilizaram análise computacional para testar 171 componentes de óleos essenciais contra diferentes proteínas virais.

Em relação a inibição direta do vírus, os resultados não foram totalmente positivos, no entanto, houve uma constatação muito bem-vinda:

“ Os componentes de óleos essenciais podem aumentar a potência de agentes antivirais administrados concomitantemente, como já demonstrado para outras viroses.”

Fonte da matéria: LINK

Fonte do estudo (em inglês): LINK

Vale dizer: inúmera organizações de saúde ao redor do mundo, reconhecem o poder da Aromaterapia, sempre como uma fortíssima aliada aos tratamentos tradicionais.

Em 2018, o Ministério da Saúde do Brasil, destacou a Aromaterapia na lista de “Práticas Integrativas e Complementares” do SUS.

Fonte: LINK

Óleos essenciais na pandemia: Aromaterapia para ajudar na resiliência

Os indícios fortes da Aromaterapia, como uma ação conjunta positiva em casos de COVID-19, contudo, é só uma das suas vantagens.

É notório que, diante de um cenário preocupante como o da pandemia, as pessoas buscam maneiras de amenizar o mal-estar gerado no contexto atual.

Por exemplo, foi notada uma enorme busca por terapias online, seja por meio de psicólogas (as), seja por conteúdo online para meditação e yoga.

Diante dessa demanda, a busca pela Aromaterapia tem mais uma vez, se revelado extremamente eficaz, e uma ótima ajuda para conseguir gerenciar melhor as emoções.

Afinal, temos pela frente, a necessidade clara de encarar os desafios impostos pelo Coronavírus, não é mesmo?

Certamente, os óleos essenciais contribuem para despertar em nós, ou fortalecer, a resiliência e positividade, além da imunidade, entre outros aspectos.

Conclusão sobre o uso de óleos essenciais na pandemia

Conforme nossa investigação, vimos que muito embora os óleos essenciais não devem ser difundidos como “a cura ou o tratamento” para a COVID-19, eles trazem uma série de benefícios e podem ajudar, quando usados em conjunto com demais indicações médicas.

Lembre-se sempre de consultar um especialista e usufrua de todos os benefícios dessa prática que a cada dia, conquista mais pessoas mundo afora.

Se precisar de uma ajuda, a Aromahelp está aqui para lhe ajudar! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de Ajuda? Clique Aqui!
Rolar para cima